HISTÓRICO E ESTRUTURA
CATARATA
DOENÇAS OCULARES
PLÁSTICA OCULAR
OFTALMOPEDIATRIA
LENTES
VÍCIO REFRATIVOS
CORPO CLÍNICO
CONVÊNIOS
NOTÍCIAS
LOCALIZAÇÃO
TRABALHE CONOSCO
FALE CONOSCO
 
 
Get the Flash Player to see this rotator.
 

O que é?

As lentes de contato são utilizadas para a correção de diversos problemas óticos. Além dos benefícios estéticos, oferecem maior conforto e são uma opção interessante para quem não pode ser operado. Em alguns casos específicos, o uso de lentes apresenta resultados mais eficientes do que o uso de óculos.

No mercado existem inúmeras opções como: lentes gelatinosas esféricas para uso diário, descartáveis, tóricas, multifocais, filtrantes, terapêuticas, coloridas, lentes rígidas de todos os materiais, siliconadas, fluorcaronadas, híbridas, flexíveis etc. Por isso a escolha deve ser orientada por um oftalmologista.

Através de uma minuciosa avaliação do estilo de vida e da fisiologia do olho do paciente é possível descobrir a lente de contato mais indicada para cada problema.

Também é fundamental um teste de adaptação, que consiste em:

Medição da curvatura da córnea (ceratometria);

Ocasionalmente, é feito o mapeamento da superfície (topografia) e medida da espessura corneana (paquimetria);

Refração inicial para determinação do grau das lentes;

Colocação de lentes de teste baseadas na refração inicial, por 10 a 20 minutos;

Nova refração, com as lentes de teste;

Avaliação da adaptação das lentes de teste com o aparelho chamado “lâmpada de fenda”;

Modificações na adaptação com base em observações na lâmpada de fenda.

Outras medidas importantes são as orientações para a colocação, manuseio, remoção, cuidados, período de uso e consultas de revisão. Assim, além de usufruir de uma excelente qualidade visual, o paciente também evita riscos de contaminação através de bactérias, fungos e outros tipos de problemas em virtude de uma adaptação inadequada.